ELEIÇÃO SOMERJ

A SOMERJ informa aos seus associados a composição da chapa UNIÃO, TRANSPARÊNCIA E ÉTICA, homologada para o pleito eleitoral SOMERJ 2017-2020, lembrando que as eleições serão realizadas no dia 31 de agosto, de 9 às 18h.

UNIÃO,TRANSPARÊNCIA E ÉTICA
DIRETORIA EXECUTIVA
Presidente Benjamin Baptista de Almeida
Vice-Presidente Ilza Boeira Fellows
Secretário Geral Rômulo Capello Teixeira
1º Secretário Luiz Antonio Roxo Fonseca
2º Secretário Kassie Regina Neves Cargnin
1º Tesoureiro César Danilo Angelim Leal
2º Tesoureiro Sérgio Osmar Pina Servino
Diretor Científico e de Ensino Médico Marília de Abreu e Silva
Diretor de Eventos e Divulgação Benito Petraglia
Diretor de Marketing e Empreendimentos José Ramon Varela Blanco
Ouvidor Geral Margarida Machado Gomes
VICE-PRESIDÊNCIAS REGIONAIS
Vice-Presidente da Capital Edson Ferreira Liberal
Vice-Presidente da Região da Costa Verde Adão Guimarães e Silva
Vice-Presidente da Região Serrana Rommel Condé da Silveira
Vice-Presidente da Região Norte Ricardo Venâncio Juliboni
Vice-Presidente da Região Noroeste Samaene Vinhosa Simão
Vice-Presidente da Região Sul Carmem Lúcia Garcia de Sousa
Vice-Presidente da Região Centro-Sul Catia Helena de Paiva Fernandes
Vice-Presidente da Região Metropolitana Zelina Maria da Rocha Caldeira
Vice-Presidente da Região da Baixada Fluminense Fernando da Silva Moreira
Vice-Presidente da Região dos Lagos Cícero Silveira Costa
DELEGADOS À AMB EFETIVOS DELEGADOS À AMB SUPLENTES
Fernando da Silva Moreira Mária Ramos Madella
Marília de Abreu e Silva Rômulo Capello Teixeira
César Danilo Angelim Leal Valéria Patrocínio Teixeira Vaz
Zelina Maria da Rocha Caldeira Fabiana Sayuri Ueda
Ilza Boeira Fellows Kassie Regina Neves Cargnin


MENSAGEM DO PRESIDENTE


MOVIMENTO DE CONVÊNIOS: MAIS UMA VITÓRIA DOS MÉDICOS

A SOMERJ participou da reunião da COMSSU do Rio de Janeiro com a operadora AMIL, em 08/08/2017.
A Amil frisa que o faturamento do médico continuará sendo feito como é atualmente.
Até 1º de dezembro não será exigido o modo TOKEN, podendo ser feito o atendimento com envelope de papel.
O passo a passo encontra-se no ''site'' da operadora para consulta.

CREMERJ E SOMERJ NO ​MOVIMENTO FORA BARROS MOBILIZA PROFISSIONAIS DE SAÚDE

O CREMERJ participou nesta quinta-feira, 3, às 10h, do ato público “Fora Barros”. A mobilização teve como objetivo pressionar o ministro da Saúde, Ricardo Barros, e defender as unidades federais de Saúde do Rio, que vêm sendo negligenciadas pelo governo federal. Cerca de 300 pessoas, entre médicos, profissionais de saúde, representantes de entidades e populares compareceram ao protesto. A manifestação teve início na Cinelândia e terminou em frente ao Núcleo Estadual do Rio de Janeiro (Nerj) do Ministério da Saúde no Rio, na Rua México.
Além da falta de médicos e da ausência de concurso regular, esses hospitais sofrem com o constante déficit de reposição de materiais nos almoxarifados e de medicamentos nas farmácias. Apesar de a situação ter se agravado nos últimos meses, o governo federal determinou a diminuição de orçamento em diversas unidades.
O presidente do CREMERJ, Nelson Nahon, salientou que mesmo diante do sucateamento e do fechamento de serviços, os seis hospitais e os três institutos federais localizados no Rio de Janeiro ainda sofrem com o aumento da demanda por atendimento em função da crise financeira do Estado e do município, que atingiram os serviços de saúde. Ele fez questão de enfatizar que o colapso do Sistema Único de Saúde (SUS) é consequência da má gestão dos governantes e não dos profissionais de saúde, como o ministro alegou recentemente.
“Estamos assistindo a um desmonte cruel de toda a rede pública do Estado do Rio. São serviços sendo fechados, profissionais sendo demitidos, medicamentos e insumos em falta, superlotação, péssimas condições de trabalho, além da longa fila para cirurgias e falta de leitos. Isso tudo é resultado do modelo de administração que vem sendo adotado pelas três esferas de governo, com clara intenção de privatização. Nós não aceitamos este modelo. Não vamos permitir o fim do SUS”, disse Nahon.
Joyce Cantoni, médica e diretora do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (Sinmed-RJ), reforçou em seu discurso que a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário, conforme diz a Constituição.
“O que estamos vendo hoje é a privação do direito natural de todos. Precisamos nos unir em torno do objetivo de garantir à população assistência gratuita de qualidade, que atenda a todos em suas especificidades e necessidades. A saúde não pode ser vista como uma despesa. Essa desestruturação leva à desassistência, que leva a doenças e mortes”, destacou.
Representantes do corpo clínico dos hospitais federais relataram suas dificuldades durante o ato. O presidente do corpo clínico do Hospital Federal do Andaraí (HFA), Roberto Portes, chamou atenção para a possibilidade de fechamento da unidade devido ao déficit de médicos. Desde 2005, nenhum concurso público foi feito para suprir a necessidade do hospital, que tem funcionado com contratos temporários. O Ministério da Saúde, por sua vez, deixou de renová-los e não apresentou nenhuma medida para resolver a situação. Além disso, a unidade sofre com a ausência de manutenção predial e de equipamentos e a falta de medicamentos e de insumos.
“O Hospital do Andaraí está agonizando e infelizmente não é um caso isolado. Toda a rede está sendo prejudicada por conta das decisões do Ministério da Saúde, que está promovendo um desmonte dos hospitais federais no Rio de forma muito clara”, afirmou Portes.
Durante o protesto, representantes da Frente de Defesa dos Institutos e Hospitais Federais do Rio de Janeiro divulgaram o manifesto “SUS Fica! Barros Sai!”. No documento, o movimento denuncia que o ministro tem incentivado os planos de saúde privados em detrimento do SUS. Para isso, tem atacado os profissionais do setor e diz que os hospitais federais não funcionam e são custosos.
Profissionais de equipes de saúde da família do município do Rio também se uniram ao ato. Médicos, enfermeiros e agentes de saúde demonstraram indignação com o anúncio do possível fechamento de 11 unidades na Zona Oeste, devido ao corte no contrato com a Organização Social que administrava as clínicas. Depois da crise financeira da rede pública de saúde estadual e federal do Rio, agora é a municipal que sinaliza colapso na assistência e na manutenção de suas unidades.
“Temos que nos unir junto aos usuários para que não haja um desmonte das unidades básicas e dos hospitais. Sabemos que tem uma política que quer promover os planos populares e privatizar toda a rede pública de saúde, mas não podemos permitir. Não vamos deixar que tire da população menos favorecida o pouco que elas ainda têm”, disse a médica da família Evelin Gomes.
Os manifestantes ainda protocolaram no ministério um documento de repúdio ao desmonte do Sistema Único de Saúde.
Também estiveram presente na manifestação representantes do corpo clínico dos hospitais federais e os conselheiros do CREMERJ Gil Simões, Aloísio Tibiriçá, Marília de Abreu e Kássie Cargnin.

REUNIÃO NO AUDITÓRIO JULIO SANERSON - CREMERJ

Na noite de 26/07/2017 estiveram reunidas no auditório Julio Sanderson, do CREMERJ, as entidades médicas para tratar da matéria trazida por representantes da oftalmologia. O centro das exposições e posicionamentos dizia respeito aos contratos que estão sendo enviados pelas operadoras Sul-América e Bradesco.
Nesses contratos aplicar-se-iam valores a pacotes que incluiriam consulta e os exames oftalmológicos.
A mesa dos trabalhos foi composta pelo Vice-Presidente do CREMERJ, Dr. Renato Graça, Dr. Armando Crema - Presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, Dra. Márcia Rosa - Consª CFM e Coordenadora da COMSSU do CREMERJ, Dr. José Ramon Blanco - Diretor dp CREMERJ e Presidente da SOMERJ, Dr. Frederico Pena, presidente da COESO, Dr. Nelson Louzada - Presidente da FECOOESO.
Com público beirando 80 oftalmologistas.
O posicionamento resultante foi o de convocar as operadoras para esclarecer o comportamento adotado, verificar possíveis atos de descredenciamento imotivado e registro de casos concretos de descredenciamento sem substituição por equivalentes serviços e/ou profissionais, como previsão legal.
A SOMERJ se associa ao acompanhamento, junto às demais entidades, de mais uma atitude reprovável e que virá em prejuízo ao exercício da autonomia médica e com consequente interferência em prejuízo do paciente.

ACAMERJ - ACADEMIA DE MEDICINA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

No dia 21 de julho de 2017, a ACAMERJ (Academia de Medicina do Estado do Rio de Janeiro) realizou a solenidade de posse do Prof. Dr. Antonio Cláudio Lucas de Nóbrega, como Titular da cadeira nº 34, ocasião em que, também, foi celebrada a ascensão a Membro Emérito daquela Academia o Prof. Dr. Tarcísio Rivello de Azevedo.
A SOMERJ prestigiou o evento com a participação de seus diretores, José Ramon Varela Blanco (Presidente) e Benjamin Baptista de Almeida (Secretário geral).



Professor Dr. Antonio Claudio Lucas da Nobrega em seu discurso ao lado do professor Dr. Luiz Augusto de Freitas Pinho presidente da ACAMERJ



Professor Dr. Antonio Claudio Lucas da Nobrega.
Recebendo título do Professor Dr. Omar da Rocha Santos.



Professor Dr. Tarcísio Rivello de Azevedo.
Discursando.

NOTA DE REPÚDIO

A SOMERJ se solidariza com os médicos do nosso Estado e de todo o país em face da brutal agressão recebida por parte do Ministro da Saúde, Ricardo Barros, no dia 13 de julho.
Em sua fala irresponsável, para quem ocupa uma pasta de tamanha importância, a declaração demonstra o total desconhecimento da atividade médica e revela sua incapacidade de administrar os graves problemas por que passa o país e, em particular, a Saúde Pública.
Fruto do sucateamento, da escassez de insumos, redução do quantitativo de profissionais da saúde, do subfinanciamento e mais recentemente do congelamento de recursos, fruto da má gestão, mais uma vez tentam atribuir ao médico a responsabilidade pelo caos que se instalou na saúde.
A sociedade brasileira já percebeu as dificuldades diárias por que passam os médicos nas urgências, emergências, CTIs e nos diferentes serviços de especialidades. A categoria tenta superar estas adversidades que lhe são impostas com sacrifício e abnegação. Pesquisa recente mostra serem os médicos, os profissionais mais respeitados pela sociedade.
Uma retratação pública é o mínimo que se espera de uma alta autoridade no sentido de reparar sua infeliz frase de que “os médicos precisam parar de fingir que trabalham”. Solução seria sua demissão do cargo.

CONSELHO UNIFCADO DA SAÚDE

Está em andamento um projeto de desmonte dos hospitais federais do Rio de Janeiro, que perderam milhões em investimentos e sofrem com a falta de insumos e recursos humanos. Essa situação tem levado ao fechamento progressivo de leitos e serviços, gerando aumento de sequelas e mortes, o que prejudica a assistência à população, a maior vítima do descaso dos governos. Leia mais >

ELEIÇÃO SOMERJ - EDITAL PARA REGISTRO DAS CHAPAS

A Associação Médica do Estado do Rio de Janeiro - SOMERJ convoca seus associados, com direito a voto, para eleição dos cargos eletivos da Entidade, que se realizará em todo o território estadual, em pleito único, no dia 31 de agosto de 2017, de 09h00min às 18h00min. Fica aberto o prazo de 15 (quinze) dias, a contar das 09 horas do dia 26 de Junho de 2017 e a terminar às 18 horas do dia 10 de Julho de 2017, para registro das chapas de candidados aos cargos da Diretoria da Associação Médica do Estado do Rio de Janeiro - SOMERJ, o que deverá ser feito na Secretaria da SOMERJ, mediante requerimento, assinado por associados efetivos, em pleno gozo de seus direitos, contendo a discriminação do cargo e o nome de cada ocupante. O pedido de registro de chapa deverá ser acompanhado da anuência de todos os candidatos, bem como seus comprovantes de quitação e data da inscrição como associado. As condições de elegibilidade estão previstas no artigo 86 do Estatuto Social da SOMERJ e devem ser observadas por todos os candidatos. As eleições serão por voto direto e secreto, não sendo permitido o voto por procuração, correspondência ou em trânsito, e só poderão votar os associados que estiverem quites com a SOMERJ, o que poderá ser feito até o momento do exercício do voto.

Rio de Janeiro, 12 de junho de 2017.
José Ramon Varela Blanco
Presidente

Segunda reunião anual SOMERJ.

Nos dias 19 e 20 de maio a Somerj promoveu a segunda reunião anual de sua agenda para 2017. Recepcionados pelo presidente da filiada, Dr. Carlos Alberto Pecci, que recebeu a todos com a fidalguia que sempre o caracterizou. Na noite de sexta-feira, dia 19 dentro do perfil de nossas entidades a noite teve início com a palestra científica sobre FEBRE AMARELA ministrada pela Prof. Dra. Delia Celser Engel que despertou imenso interesse do público presente tal o volume de esclarecimentos fornecidos aos assistentes que tiraram suas inúmeras dúvidas.
Seguiu-se, então, o momento de confraternização associativa com um farto e excelente serviço oferecido aos participantes deste belo evento.
O evento foi prestigiado, também, por sete presidentes de filiadas e teve lugar no auditório da Unimed local.
Ao amigo Pecci os agradecimentos da diretoria da SOMERJ.
No dia seguinte teve lugar a reunião do Conselho Deliberativo da SOMERJ.
Da reunião na manhã do dia 20 participaram mais 2 presidentes de filiadas, os representantes de Nova Iguaçú e o vice-presidente da SMCRJ representando sua presidente. Também esteve presente, representado a AMB, o Dr. Eduardo Vaz.
O CREMERJ esteve representado pelo Dr. Marcos Botelho, Diretor Corregedor e que também esteve presente na noite anterior fazendo parte da mesa de abertura daquela noite.
Dentre os pontos abordados ficou decidido após manifestação dos presentes que a indicação dos membros da Comissão Eleitoral deveria contemplar a presença de 2 membros da chapa contrária aquela indicada pela atual direção da SOMERJ. Embora ainda não registradas, concorrerão pela situação, o atual Secretário Geral, Dr. Benjamin Baptista de Almeida e pela chapa contrária o Dr. Celso Ferreira Ramos Filho, como exposto naquela reunião. Apesar de 4 dos 5 nomes terem sido convidados em período anterior ao conhecimento de chapa de oposição, a mesa acolheu a sugestão do Dr. Eduardo Vaz e serão indicados 2 nomes pelo Dr. Celso para compor o grupo de 5 membros dos quais 2 da relação anterior cederão sua participação.
Seguem fotos dos eventos referidos no texto acima.







Manifestação contra o desmanche dos hospitais públicos.

Nesta quarta-feira, 17/05/2017, lideranças do movimento médico do Rio de Janeiro estiveram em manifestação no centro do RJ.
Na ocasião o presidente do CREMERJ, Dr. Nelson Nahon entregou documentação ao Ministro da Saúde Dr. Ricardo Barros demonstrando as diferentes fiscalizações realizadas pelo órgão que constataram o esvaziamento e desabastecimento das unidades federais neste estado e que prejudicam a assistência na saúde pública.
O fato é grave e requer soluções urgentes por parte de seu ministério



Posse do Dr. Hildoberto Carneiro de Oliveira.

No dia 9 de maio corrente tomou posse na Academia Nacional de medicina o Dr. Hildoberto Carneiro de Oliveira, em solenidade seguida de coquetel, como é habitual ocorrer naquela entidade. A Somerj esteve representada pelos seus dirigentes, através do presidente José Ramon Varela Blanco e do Secretário Geral, Benjamin Baptista de Almeida.
Nas fotos ilustrações da mesa formada naquela ocasião.
O Dr. Hildoberto é o atual presidente da Associação Médica de Nova Iguaçú.



Reunião sobre a situação dos hospitais federais no Rio de Janeiro.

A SOMERJ fez parte da mesa que reuniu , ontem, 10 de maio, representantes do CREMERJ, CFM, Defensoria Pública da União, FENAM e SINMED na primeira reunião sobre a situação dos hospitais federais do Rio de Janeiro. A plateia contou com representantes de várias entidades e hospitais federais. Decidiu-se pela reunião de médicos das três esferas de governo, principalmente dos hospitais universitários e alunos, e entidades representativas dos médicos em um movimento que deverá ser contínuo.

Posse do Prof. Pellegrini ocorrida em 27 de abril de 2017.

Mesa de autoridades que foi composta para a solenidade posse do Prof. Pellegrini, ocorrida em 27/04/2017, no auditório da Faculdade de Medicina de Campos.
Visão do público presente durante a execução do Hino Nacional Brasileiro.
A SOMERJ esteve representada, na ocasião, pelo Sr. presidente e pelo Sr. Secretário Geral, Drs. Ramon e Benjamin.



No dia 8 de abril de 2017 a SOMERJ deu início às suas reuniões

As suas reuniões são estatutariamente definidas num quantitativo de 6 ao ano e que vem sendo cumprido pela atual diretoria.

Tradicionalmente a reunião inicial ocorre na sede da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro (SMCRJ) e assim foi feito. agradecemos o empenho e colaboração de sua presidente, Dra. Marília de Abreu Silva, e de sua diretoria pela hospitalidade e calorosa acolhida.

Como também é habitual, o encontro teve como primeiro ponto uma conferência sobre temas médicos de interesse para nossos associados.

Fomos brindados pela excelente exposição do Dr. Serafim Borges, Cardiologista, Médico do Esporte e Geriatra. No momento o Dr. Serafim também ocupa a segunda Vice-presidência do CREMERJ. O tema abordado foi " Avaliação prévia para a prática de esporte".

Ao ilustre colega nossos agradecimentos.



Composição da mesa condutora da reunião, fazendo uso da palavra o presidente do CREMERJ, Dr. Nelson Nahon.

Na foto, o presidente da Associação dos Médicos da Tijuca e Adjacências, Dr. Ricardo Bastos, dirigindo-se aos associados e representantes de entidades médicas.
Ao seu presidente, diretores e associados da Tijuca os parabéns da diretoria da SOMERJ,

Campanha "Setembro Vermelho"

Com a denominação de “Setembro Vermelho”, a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro (SBACV-RJ), em parceria com o CREMERJ a campanha desencadeará uma campanha no sentido de esclarecer e dar consciência à população da importância dos cuidados a serem adotados no sentido de evitar os graves transtornos acarretados pelo processo aterosclerótico. Sem prejuízo de atividades científicas a campanha será abrangente e já foi abraçada pela SOMERJ que se empenhará na difusão de informes, reportagens e esclarecimentos que se fizerem necessários, pois estamos tratando da principal causa de morte.
O Dr. Carlos Peixoto, presidente da SBACV apresentou o projeto numa plenária temática do CREMERJ presidida pelo Dr. Nelson Nahon no último dia 7 de abril.


Lançado o livro "Uma história de lutas pelos direitos da Classe Médica"

Nas vizinhanças de completar meio século de existência o Sindicato dos Médicos de Niterói, São Gonçalo e adjacências, hoje sob a presidência do Dr. Clóvis Abrahim Cavalcanti, reuniu no dia 7 de abril associados e lideranças médicas deste estado. Ao comemorar mais um aniversário de sua fundação foi lançado o livro "Uma história de lutas pelos direitos da Classe Médica" ao mesmo tempo em que se inaugurava a Galeria dos Ex-presidentes daquela entidade.
Seguem ilustrações fotográficas do concorrido evento que se encerrou com um coquetel de congraçamento.



1ª Reunião Científica SOMEI 2017

A Somerj participou da 1ª reunião científica da SOMEI no dia 29 de março de 2017 no salão novos eventos do Iate Clube Jardim Guanabara, com a expressiva participação de médicos tivemos a palestra "DIAGNÓSTICO DA SAÚDE BRASILEIRA" proferida pelo professor José Ferreira dos Santos, no qual falou sobre a qualidade em saúde não só no Estado do Rio de Janeiro mas em todo o Brasil.

Ao final da palestra várias perguntas foram formuladas em decorrência da excelência do tema e da importância do nossi dia a dia na saúde públicae suplementar.

Ao final tivemos o nosso jantar com música ambiente de alta qualidade.







Eleição Diretoria da Faculdade de Medicina de Campos

Em eleição realizada nos dias 22 a 24 de março de 2017 foram eleitos respectivamente para diretor e vice-diretor da Faculdade de Medicina de Campos os Drs. Edilbert Pellegrini Nahn Junior e Luiz Clóvis Parente Soares.

Na foto Pellegrini e Luiz Clóvis festejam a vitória.

A Solenidade de Posse ocorrerá amanhã, dia 27/04/2017, no Anfiteatro da Faculdade de Medicina de Campos, às 20:00 horas.

A diretoria da SOMERJ saúda os novos diretores e estará presente nas pessoas de seu presidente Dr. Ramon e do secretário geral Dr. Benjamin.

Governo encaminha à ANS proposta de plano de saúde popular

Fonte: Veja mais em https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/estado/08/03/2017
Números da pesquisa:

O que você achou da proposta de plano de saúde popular?
Um absurdo.
Mais dificuldades para os clientes e mais liberdade para os planos - 69,05%
A ideia é boa, mas é preciso mais discussão - 16,39%
Qualquer coisa será melhor que a saúde pública - 12,03%
Não tenho opinião formada – 2,53%

 

Rua Jornalista Orlando Dantas, 58 - Botafogo - Rio de Janeiro - RJ - Tel: (21) 3907-6200 - somerj@somerj.com.br